Início Educação SESI Lidera com Educação de Jovens Adultos de Sucesso

SESI Lidera com Educação de Jovens Adultos de Sucesso

58
SESI Lidera com Educacao de Jovens Adultos de Sucesso

Uma inovadora abordagem pedagógica no programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Sesi vem transformando a forma como os educandos adquirem conhecimento. Distinta das práticas convencionais, essa metodologia propiciou uma elevada taxa de conclusão, alcançando um patamar 50% acima da média nacional da EJA pública.

De acordo com Leonardo Lapa, que ocupa a posição de gerente de Educação Básica no Sesi Nacional, a maioria dos estudantes da EJA pública brasileira deixa a escola prematuramente. As estatísticas revelam que mais de sete em cada dez alunos desistem antes de finalizar o curso.

“Estabelecemos como objetivo central construir uma nova visão de EJA, centrada no aluno, respeitando sua singularidade e valorizando seus conhecimentos prévios”, relata Lapa. “Após aplicar essa abordagem em mais de 25 estados e impactar a vida educacional de mais de 200 mil indivíduos, atingimos índices impressionantes de conclusão que variam entre 72% e 82%.”, complementa.

Integração com o Mercado de Trabalho

Na prática atual do Sesi, o currículo da EJA é estruturado com o objetivo de desenvolver competências e habilidades essenciais tanto para o crescimento do estudante quanto para sua inserção no mercado profissional. A finalidade é permitir que o educando finalize os estudos em até 13 meses, recebendo formação integral com ênfase nas demandas do mercado de trabalho.

Crescimento das Matrículas na EJA

Lapa destaca que aumentar o número de matrículas na EJA é fundamental para abrir novos caminhos de oportunidades. Ele chama atenção para o fato de que existe uma discrepância alarmante entre a quantidade de brasileiros que precisam concluir o ensino básico – estimados em 66 milhões – e as inscrições efetivas na EJA, que foram de menos de 3 milhões no ano de 2022.

Debates Educacionais Importantes

Em um recente encontro na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília, especialistas da área educativa e membros do Poder Legislativo reuniram-se para discutir a importância de modelos de ensino que atendam às necessidades específicas dos estudantes.

Durante o evento, a coordenadora geral de Alfabetização do Ministério da Educação, Maria do Socorro Alencar Nunes, apresentou informações atualizadas sobre o cenário educacional brasileiro. Ela abordou as dificuldades encontradas pelas populações menos favorecidas em acessar políticas públicas educacionais. Ademais, chamou atenção para a problemática do analfabetismo que, no Brasil, afeta aproximadamente 9,3 milhões de indivíduos, sendo as taxas mais elevadas observadas nas regiões Nordeste e Norte do país.

Um Desafio Nacional

A necessidade de um compromisso nacional para erradicar o analfabetismo foi um dos temas centrais do evento, visto não apenas como um desafio educacional, mas também como uma urgência na luta contra a exclusão social. A ausência da alfabetização compromete o acesso a outros direitos fundamentais. Nunes esclarece que esse é um movimento que busca não apenas educar, mas transformar socialmente.

EJA e a Realidade Brasileira

No evento, concedeu-se ênfase especial à iniciativa do Sesi como modelo relevante e necessário no contexto educacional atual. O senador Flávio Arns, atuante na Comissão de Educação do Senado, mencionou que, em números absolutos, o Brasil conta com 2 milhões de pessoas cursando a EJA. Arns ressaltou a importância de adaptar a educação às realidades individuais dos alunos, de forma a tornar seu aprendizado mais significativo e conectado com suas aspirações pessoais e profissionais.

Essa nova perspectiva de ensino que parte da realidade do indivíduo e de suas experiências de vida tem demonstrado ser capaz de motivar os estudantes a enxergar a relevância do conhecimento que estão adquirindo, e como isso pode ser aplicado para melhorar suas condições de vida e oportunidades de trabalho.

Voltar à Página Inicial

Categorias

Artigos relacionados

Correios doam 215 mil livros para bibliotecas no RS

Correios doam 21,5 mil livros para bibliotecas no RS

Doação de livros para bibliotecas afetadas pelas enchentes Os Correios doaram 21,5...

Camara dos Deputados aprova reforma no ensino medio

Câmara dos Deputados aprova reforma no ensino médio

Alterações na Reforma do Ensino Médio O projeto da reforma do ensino...

Solicitacao de R1 bilhao para alimentacao de estudantes pelos institutos

Solicitação de R$1 bilhão para alimentação de estudantes pelos institutos federais.

O desafio dos reitores dos institutos federais e Cefets Reitores de institutos...

Premio Capes Inscricoes abertas para Futuras Cientistas

Prêmio Capes: Inscrições abertas para Futuras Cientistas!

Detalhes sobre o prêmio Capes Futuras Cientistas O prêmio Capes Futuras Cientistas...