Início Educação EJA Integrado: Unindo Educação e Profissões!

EJA Integrado: Unindo Educação e Profissões!

36
EJA Integrado Unindo Educacao e Profissoes

No Brasil, um mero 3,5% das inscrições em Educação para Jovens e Adultos (EJA) são voltadas à formação profissional. O objetivo estabelecido pelo Plano Nacional de Educação (PNE) é elevar esse índice para 25% até 2024.

O Serviço Social da Indústria (Sesi) conseguiu superar essa meta com sua versão de EJA, onde a proporção de cursos profissionalizantes alcançou os 50%. Esse sucesso foi apresentado em um evento realizado em Brasília, no mês de novembro, com a presença de especialistas, legisladores e integrantes do Conselho Nacional de Educação (CNE).

A Metodologia Inovadora do Sesi

Leonardo Lapa, encarregado pela Educação Básica do Sesi, revelou o segredo por trás da metodologia inovadora do programa. Eles adotam uma abordagem personalizada, poupando ao aluno o retrabalho em áreas que já domina. A estratégia inclui avaliações personalizadas e material didático sob medida, o qual é ajustado conforme o plano de vida do estudante e seus conhecimentos prévios.

A oferta educacional inclui tanto a formação técnica e profissional quanto o acesso a 8 trilhas educacionais que se relacionam a setores Econômicos-chave. Estas trilhas abarcam setores como alimentação e bebidas, construção civil, couros e calçados, química, madeira e mobiliário, metalurgia, minerais não metálicos, e têxtil e vestuário.

Tabata Amaral, deputada federal pelo PSB-SP e membro ativo da Frente Parlamentar Mista da Educação, compareceu ao evento e vinculou o programa à sua experiência de vida pessoal, mencionando a retomada dos estudos de sua mãe após a gravidez. Ela parabenizou a iniciativa de harmonizar a EJA com o setor de trabalho e a aplicação prática no ensino profissionalizante.

Resultados Animadores com a Nova Abordagem

Sob a nova abordagem educacional do Sesi, o currículo da EJA é planejado em torno de competências e habilidades essenciais tanto para o estudante quanto para o ambiente de trabalho. O programa tem como objetivo possibilitar que o educando finalize sua instrução em até 13 meses, ganhando formação robusta com mira no mercado laboral.

Os números são promissores: a instituição, que oferece aulas sem custos, detém o maior índice de conclusão entre os programas de EJA, superando em 50% os resultados da rede pública de EJA. Leonardo Lapa destaca que no ensino público regular brasileiro, mais de 70% dos alunos de EJA desistem antes de finalizar os estudos, enquanto o novo método adotado pelo Sesi registra taxas de conclusão que variam de 72% a 82%. Esses dados refletem uma mudança significativa na realidade desses estudantes, ampliando suas chances de sucesso profissional e pessoal.

Voltar à Página Inicial

Categorias

Artigos relacionados

A escritora indigena e seu poder transformador pela educacao

A escritora indígena e seu poder transformador pela educação

A trajetória de Eliane Potiguara: escritora e ativista indígena Considerada a primeira...

Sao Paulo adota inteligencia artificial nas aulas digitais da rede

São Paulo adota inteligência artificial nas aulas digitais da rede pública

O uso da inteligência artificial na elaboração de aulas digitais em São...

MEC ira contratar 220 especialistas em educacao

MEC irá contratar 220 especialistas em educação

Contratação de 220 técnicos em assuntos educacionais é autorizada pelo MEC O...

Nova proposta do governo para servidores da Educacao o que

Nova proposta do governo para servidores da Educação: o que esperar?

Servidores técnico-administrativos e professores das universidades em greve O ministro da Educação,...